X Fechar
X Fechar
X Fechar
X Fechar

Arrumei um negão comedor para minha namorada

Olá amigos do site Budega do Sexo, me chamo Eduardo (nome fictício), tenho 30 anos e minha namorada Juliana (nome fictício também), de 29. Ela é muito gostosa, uma branquinha de cabelos pretos em seu belo corpo de estatura baixa de bunda e seios grandes. Namoramos há um bom tempo, mais ou menos 5 anos, e o nosso conto foi uma realização de fantasia nossa e vou contar para vocês agora:

Sempre assisti e bati muita punheta vendo filmes pornôs, daí despertei meu lado voyeur e tinha e tenho muito prazer de ver o sexo acontecendo, fazendo até eu querer me tornar um corno manso só pra ver o prazer da minha namorada. Então tudo começou em uma de nossas transas, onde eu perguntei se ela queria mais uma pica e ela disse que queria muito de preferência de um negro, ao falar isso ela começou a ficar ainda mais molhada. Aí percebi que ela também tinha a fantasia. Então gozamos com aquela fantasia em mente.

Passados alguns dias insisti no assunto e ela mostrou total rejeição, disse que não era certo e que era só fantasia e eu misturava as coisas com a realidade, resumindo, me broxou completamente naquele momento, mas nada como o tempo para trazer uma mudança. Ela gostava de assistir muitos filmes e se masturbava vendo eles, então, por curiosidade, passou a assistir dos tipos de uma mulher com dois ou mais caras. Isso foi fazendo ela ficar curiosa com a situação a ponto de até sonhar com esse tipo de desejo. Quando ela veio me contar sobre um sonho que teve ela estava em um lugar e um cara a observava e acariciava o pau, que ela disse que era enorme, e ela ficava olhando com muito tesão. Pronto, esse relato do sonho dela, fez com que eu conseguisse a convencer de realizar uma fantasia de ménage, fazendo ela assimilar a ideia. Ela perguntou como e com quem seria, então mostrei para ela uma rede social para esse tipo de coisa, ela começou a avaliar os pretendentes próximos da nossa cidade. Isso fez com que ela decidisse que tipo de comedor e pica que ele devia ter, negro da pica reta (sem curvatura). Na rede social tinha alguns, mas o contato era limitado, então passei a buscar em bate-papo de algumas cidades que pudéssemos ir. Eu conversa com os candidatos, trocava fotos e repassava para ela avaliar. Esse processo demandou um tempo, até que um certo dia conversei com um moreno da cidade vizinha a nossa, e o mesmo já tinha tido esse tipo de experiência algumas vezes. Ele até mandou fotos dele em ação nessas experiências, como também fotos de rosto. Passei todas para ela avaliar e a mesma aprovou pois disse que gostou do pau dele e tal. Ele tinha seus 35 anos e era solteiro.

comedor_negao
Marcamos um chat para os dois conversarem comigo acompanhando o papo. No dia marcado ele estava online e os dois já foram trocando várias ideias, do tipo de coisas que gostam ou não de fazer na cama. Ele então pediu para ver ela na webcam e ela disse que num tava com a bucetinha preparada para mostrar, pois ela gosta de exibir bem raspadinha. Ele então disse q tava de pau duro e queria bater uma pra ela na webcam e que ela só mostrasse a bunda gostosa dela mesmo que ele ia gozar muito, dessa maneira ela topou. Quando a cam abriu, ele tava deitado na cama nuzão com o pau na mão, detalhe que ele tava mostrando até o rosto. Olhei para Juliana e mesma demonstrava no seu rostinho que ela estava fascinada com aquela safadeza, então ele pediu para ela mostrar a bunda gostosa dela e ela levantou o vestido e começou a rebolar aquele rabão maravilhoso na webcam para o negão safado, que começou a bater uma punheta fazendo várias caretas de tesão, e ela acompanhava tudo pela tela do notebook. Acho que durou uns dois minutos nessa putaria gostosa de se ver, até ele gozar em cima da barriga dele e os dois voltaram a teclar, onde que minha namorada safada disse: “se eu tivesse aí, iria lamber tudo!”, ele sorriu e bateu várias vezes o pau na barriga esporrada. Pronto ali estava caracterizado o início do ménage. Os dois combinaram o dia e a hora para o encontro e se despediram.

No dia e hora marcado, fui buscar ela na casa dela e ela estava linda com um vestido preto com algumas transparências dos lados e um salto alto. Ao entrar no carro eu disse: “só falta você me dizer que está sem calcinha”, e ela: “não, tou com uma fio bem socado no meu rabinho!”, meu pau latejou ao ouvir aquilo da minha putinha safada. Então fomos até o local onde ele estava nos esperando (o combinado foi ele nos esperar em um lugar que ficasse no meio do caminho para o motel). Ela ligou pra ele com o meu celular e o mesmo disse que já estava esperando no local combinado. Próximo do lugar combinado fomos conversando para descontrairmos um pouco a tensão da ansiedade. Até que parei o carro ao lado dele e ela baixou o vidro e disse: “vamos Marcelo (nome fictício)”, ele entrou no carro pensando que ela ia com ele no banco de trás, mas ela tava um pouco nervosa e também expliquei a ele o receio de sermos parado em alguma blitz e dar um pouco na teia do que estávamos fazendo. Ele compreendeu e fomos conversando todo o trajeto até o motel. E ele na malandragem acalmando ela fazendo uma massagem nos ombros e acariciando os seios dela. Ao chegarmos na garagem do quarto do motel, ela desceu dizendo que para o Marcelo e eu aguardar o chamado dela, pois ela iria se preparar. Quando ela disse pode vir, fomos igual dois cachorrinhos atrás de sua madame, e ao entrarmos no quarto ela estava só de lingerie e salto alto esperando. Marcelo já foi em cima dela e começaram a se pegar ali na minha frente, eu fiquei com uma sensação mista de tesão e ciúme, mas o tesão foi bem maior.

Eles se beijavam com muita vontade, até que eles se deitaram na cama, ele por baixo (de roupa ainda) e ela por cima, e continuaram a pegação. Eu sentei pra ver aquela cena, eles estavam de costas pra mim e eu vendo toda aquela visão dele apalpando a bunda gostosa dela, ele abria e fechava e via o fiozinho bem socado no cuzinho dela. Fiquei com o tesão a mil. Ele começou a mamar nos seios dele e eu vendo tudo pelo espelho em frente a eles. Nossa, acho foram uns 10 minutos só nessa pegação. Até que ele resolveu sair debaixo e ir se deliciar no rabão dela. Ela continuou deitada e meteu a cara no meio do rabo dela. Ela começou a gemer de tesão. Então tomei iniciativa, tirei a roupa e fui para a frente dela para ela me chupar. Nossa que visão, sua namorada engolindo seu cacete e um negão devorando o cuzinho dela com a língua.

Então ele se levantou, tirou a roupa também e ficou ao meu lado para ela chupar o cacete dele também. Quando ficamos com o pau lado a lado, percebi que o dele era bem maior que o meu e isso me deixou mais louco de tesão, minha namoradinha tendo uma picona preta pra ela. Ele metia o pau preto dele bem fundo na garganta dela e segurava a cabeça dela até ela se engasgar e soltava e ela tava adorando aquela judiação. Soube disso porque perguntei se ela tava gostando e ela respondeu: “muito”. Ela não podia falar muito pois estava se entalando rsrsrsrsrs. Então ele ordenou que colocasse os dois paus na boca e ela obedeceu e ficava tentando sugar os dois na boquinha dela. Ela ficou chupando os nossos mastros por alguns minutos até ele sair e ir pra trás dela esfregar o pau na bucetinha dela. Ela deitada e ele por cima roçando o pau na entrada da buceta dela, que deveria estar super ensopada naquela altura do campeonato, não sendo a toa que de repente ele já tava com o pau dentro dela. Num deu nem tempo de eu dizer: “ei cara, a camisinha!”, e ele já estava socando forte e ela gemendo de tesão. Mas assim que olhei pra ele com cara de espanto, o mesmo disse: “relaxa, eu faço doação de sangue, sou limpo”. Então esqueci esse detalhe e deixei continuar tudo e passei a perguntar perguntas óbvias a Juliana: “tá gostando da rolona preta na tua bucetinha?”, e ela respondia: “tou, vai negão safado, mete vai!”.

comedor_negao2
Meu pau babava tava babando muito de tesão enquanto ela chupava ele. Quando Marcelo tirou pau da bucetinha dela, ele estava muito melado de gozo dela, ele tirava e batia na porta do cuzinho dela e botava de volta na bucetinha, após algum tempinho metendo, começou a erguer ela até ficar de quatro pra ele. Quando ela ficou totalmente empinada de quatro, ele tirou o pau da buceta dela e tentou enfiar no cuzinho, Juliana que estava com o meu pau na boca, tirou rapidamente e disse: “epa, aí ainda não!”, e ele disse: “ok, tudo bem então” e recolocou o pau na bucetinha dela e começou a meter com força.

comedor_negao3
Tirei o meu pau da boca dela e me afastei para ter uma maior visão da cena, minha namorada que eu amava muito se satisfazendo com um negão picudo, fiquei com muito tesão e dizia: “vai negão, mete na minha putinha safada!”. Marcelo puxou Juliana para cavalgar no pau dele, coisa que ela adora fazer comigo. Ela ficou agachada em cima dele e ficava a quicando com força a ponto dela subir muito e pau dele sair fora da bucetinha dela. Peguei o celular e passei a tirar algumas fotos pra registrar o tesão do momento.

comedor_negao5
Algum tempo depois ele senta e coloca ela sentada de frente na pica dele, posição de kama sutra mesmo rsrsrsrs. Ela gozou muito no pau dele, a ponto do líquido dela esbranquiçado ficar esparramado no tronco do pau dele. Os dois ficaram metendo como gosto na minha frente por alguns minutos até que Marcelo coloca ela de quatro e manda eu meter nela, quando coloquei meu pau dentro da bucetinha dela, ela tava muito muito quente e molhada, mete por alguns minutos e tive diminuir a velocidade para não gozar ali naquele momento. Tirei meu pau e fiquei segundo a vontade de gozar e o negão pediu para eu afastar e abrir bem a bunda dela pra ele meter na bucetinha dela. Ele pediu e eu obedeci, Juliana começou a gemer e falar: “vai negão safado, mete nessa puta vai!”, ele começou a bombar rápido e foi parando e segundo para não gozar naquele momento.

comedor_negao4

Foi aí que ele pediu para eu deitar e ela sentar com a bucetinha no meu pau de costas para mim, e assim fizemos, então ele foi pra frente dela e começou a meter a pica preta dele junto com o meu pau na bucetinha dele. Demos algumas estocadas e meu por ser menor, saia da bucetinha dela.

comedor_negao6
Então ele pediu para q ela virasse, então ficou de cavalgando de frente para mim, e ele foi e meteu o pau na buceta dela, e eu olhando pra ela e perguntando: “tá gostando safada de duas picas na tua bucetinha?”, e ela respondeu: “hummmm, tá uma delícia, vai meter também junto com o negão!”. Após algumas estocadas o negão tira o pau e começa a gozar nas costas dela e logo em seguida colocou de volta e começou a meter, vendo e sentindo aquela situação de um macho enfiando um pau gozado dentro da minha namorada, não consegui me segurar e comecei a gozar dentro dela com a pica do negão dentro. Juliana começou a expelir da bucetinha a porra que eu depositei nela com as estocadas que eu e o Marcelo dava. Até que nossos paus começaram a amolecer e sair da bucetinha da Juliana toda gozada.

comedor_negao7

Marcelo saiu da cama e foi tomar uma ducha no banheiro e eu e a Juliana fomos para um chuveiro fora do quarto. Enquanto nos banhávamos questionei se ela tinha gostado. Ela respondeu: “sim e você gostou também?”, dei um beijo nela e respondi: “sim minha putinha safada que eu amo!”.

Após nossos banhos, Juliana vestiu minha camisa e deitou na cama, e o Marcelo foi pra cima dela e começou a chupar a bucetinha dela. Fiquei vendo aquela cena até ela gozar na boca dele. Então avisei que já estava bom e devíamos ir embora. Então nos ajeitamos e fomos deixar o negão comedor da minha namorada em um ponto de táxi mais próximo e ficamos de combinar mais outras fodas como a que aconteceu.


Comments

  1. By Barbosa

    Responder

    • By Budegueiro

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *